Siga nossas redes sociais

BIOMECÂNICA; o antídoto para o Flautista de Hamelin.

Título estranho dessa crônica pra falar de Biomecânica, não é mesmo? Mas há, sim, certa correlação, cuja fábula sugiro ao colega que leia. Basta acessar o Google e tirar suas conclusões.
BIOMECÂNICA; o  antídoto para o  Flautista de Hamelin.
02/03/2020

Embora possa parecer, Biomecânica não é aquele bicho-papão que provoca dores de cabeça pra entender. Não, ela deve ser pensada como uma armadura, um escudo que protege e guarda contra armadilhas, agressões a princípios que fundamentam nossa área de atuação, a ortodontia. Inúmeras são as técnicas à disposição do ortodontista, algumas mais complexas, outras mais acessíveis, e outras que já vêm prontas pra uso, todas elas soando como uma melodia hipnótica do flautista exaltando suas qualidades. Pois bem, é a “biomecânica” que dotará o profissional do senso crítico a auxilia-lo na análise de toda proposta terapêutica. Sem exceção.

Definindo “biomecânica”, é aquela área do conhecimento que estuda os fenômenos naturais que ocorrem nas estruturas orgânicas vivas, em função da aplicação de forças de diversas origens, assumindo caráter interdisciplinar por abarcar métodos de teoria e conceitos da física aplicadas à biologia, configurando fenômenos biofísicos. A premissa é entender más oclusões como consequentes de desequilíbrios estruturais, envolvendo displasias de bases ósseas. Este é o campo da especialidade ortodôntica, o trânsito fluente no trato dos desequilíbrios estruturais, seu diagnóstico preciso e a instrumentação dos recursos terapêuticos afins que dotam o profissional de domínio no campo que lhe compete, com consciência crítica capaz de guia-lo por entre as inúmeras opções de tratamento, tanto as existentes quanto as que ainda irão surgir. As técnicas variam, mas a Fisiologia associada aos princípios biológicos e físicos é uma só. E o respeito a ela é fundamental. Sua consciência crítica permitirá guia-los por entre as inúmeras opções de tratamento, tanto as existes quanto as que ainda irão surgir. Portanto, é o antídoto à melodia do flautista que poderia guia-los a caminhos desagradáveis. Não existe ciência ortodôntica sem esse lastro. Convido os colegas a acessar casos clínicos abordados segundo este ângulo de visão em meu site, cujo endereço consta na transcrição dessa exposição abaixo. Forte abraço a todos.

HASHTAGS

#biomecanica #principiosBiologicos #principiosBiofisicos #masOclusoes #tecnicasOrtodonticas #terapiaOrtodontica #ortodontia#

Tenha acesso à aulas gratuítas do Dr. Lago – Cadastre-se para receber

Insira seu e-mail abaixo e descubra gratuitamente!